O Sistema Único de Saúde (SUS) se utiliza da tecnologia para facilitar a vida e o trabalho dos profissionais da área da saúde. No texto de hoje vamos tratar da tabela de Procedimentos SUS. Nela, o governo lista vários procedimentos que podem ser feitos, seja por um médico ou um enfermeiro, e fornece algumas informações relacionadas ao respectivo procedimento como também o valor a ser pago por ele. A ferramenta é útil tanto para os profissionais da área, como também para os próprios pacientes.

A tabela de Procedimentos SUS não é simplesmente uma tabela qualquer onde os itens estão jogados lá e a pessoa tem que sair procurando o procedimento aleatoriamente. Ela possui uma organização que melhora muito a busca pelo procedimento correto, facilitando a vida de quem a for utilizar. A tabela possui um esquema organizacional que separa os procedimentos em várias classes. Na ordem, são elas: Grupo – Subgrupo – Forma de Organização – Procedimento. Sendo assim, cada classe subsequente funciona como uma camada dentro da classe anterior até chegar no procedimento em si e todos os seus detalhes fornecidos pelo governo.

Cada procedimento também possui um código de 10 dígitos, que é determinado por cada uma das classes já citadas. Os dois primeiros são relacionados ao Grupo, os dois seguintes ao Subgrupo e o quinto e o sexto são da Forma de Organização. Os três números seguintes são a numeração sequencial, dentro da Forma de Organização e o décimo é um dígito verificador. Confira um exemplo na imagem abaixo.

(Imagem: Reprodução / Governo Federal)

Uma forma bem prática e de grande utilidade de se ter acesso à tabela de Procedimentos SUS é através do aplicativo MedPhone. Nele, a lista está toda organizada pelas classes que já citamos e os procedimentos também podem ser encontrados por pesquisa direta pelo nome ou código. Além disso, o app também fornece a lista de CIDs (clique AQUI para mais informações sobre o que é o CID) relacionados a cada procedimento.

Com acesso a essas informações, o usuário poderá evitar a GLOSA, que é o não pagamento por parte do SUS ao profissional ou instituição que o realizou, ocasionado por divergência de informações, como por exemplo, entre o procedimento feito e o CID utilizado. Com o MedPhone em mãos este problema pode ser evitado.

O Aplicativo está disponível para smartphones com Android e iOS, basta você procurar na sua respectiva loja de aplicativos. Para mais informações, acesse o site https://www.medphone.com.br/.